Tudo que você precisa saber sobre Guerra Civil nas HQs

Olá a todos que estão lendo, formal demais? Eu acho que sim, mal comecei a escrever e me sinto íntimo de vocês pra contar a história da maior guerra civil dos quadrinhos, claro, considerado por mim. A “Guerra Civil” nas HQs da Marvel é um pouco (ou talvez muito) diferente do que você viu nas telas do cinema, ou do computador ou da televisão e smarthphone (A tecnologia é surpreendente não é mesmo?).

Mas, enfim, para começar a explicar toda essa confusão e muita intriga típica de um programa da MTV estilo “Jersey Shore”, eu tenho que contar que “Guerra Civil” é uma analogia ao 11 de setembro de 2001. Pra quem não sabe, neste dia, aconteceu uma série de ataques nos Estados Unidos (JOGA NO GOOGLE). Então, vamos por fases que eu posso explicar como esses eventos conseguem se assimilar:

Fase 1 – O ataque repentino.

Iron Man voando
Homem de Ferro

O ano de lançamento da “Guerra Civil” nas HQs foi em 2006 e tudo começou com o grupo secreto de heróis conversando como eles poderiam tornar o mundo mais seguro, quero dizer, um pequeno grupo decidindo como poderiam salvar o universo. Entre eles estavam o Doutor Estranho, Pantera Negra, Namor e Homem de Ferro (acho que o senhor fantástico também, mas ele não confirmou para mim se estava ou não).

Nesta reunião, o Homem de Ferro decidiu que seria uma boa ideia criar uma prisão na zona negativa, INCLUSIVE, VOCÊ VERÁ BASTANTE O NOME DELE AQUI DANDO IDEIAS QUE PARECIAM SER BOAS NO INÍCIO, MAS NÃO FORAM.

Algum tempo depois acompanhamos mutantes chamados de “Novos guerreiros” fazendo uma série de televisão em que perseguiam os vilões ou pessoas consideradas marginais e os filmavam para passar na TV. Até que encontraram Nitro, cujo o poder é explodir, e uns outros vilões. Namorita decidiu perseguir o Nitro e ele explodiu, o pior é que ele explodiu em uma zona escolar. VOCÊ JÁ PODE IMAGINAR O QUE DEU, NÃO É?

Bem, duas coisas você pode ter certeza: uma é que o reality show iria ser cancelado: afinal, sem elenco, sem programa. E a outra é que essa “brincadeira” matou muita gente, 600 vítimas, incluindo 60 crianças e o governo não ficou feliz com isso. OLHA A REFERÊNCIA AO 11 DE SETEMBRO AE!!

Então, decidiram que era hora de iniciar o projeto de lei de registro que teve apoio de quem? Exatamente! Do Homem de Ferro, que na época era ministro de defesa.

Fase 2 – A lei entrando em vigor

O que é a Lei de Registro?

Parece complicado, mas é simples: consiste em fazer um mapeamento de todos heróis existentes e registrá-los.

Dias após o ataque, mutantes, inumanos e humanos se uniram para a tirar os destroços e corpos que ficaram nos escombros. Nessa época, o Homem-Aranha estava na casa de Tony Stark (Homem de Ferro) junto com sua esposa, Mary Jane e sua Tia May. Stark começou a persuadir o Peter para apoiar a lei do pró-registro e para isso deveria dar uma prova de confiança: tirar a máscara e revelar sua identidade real: Peter Parker.  A proposta virou uma questão difícil para Peter, que ganhou até roupinha nova: o Aranha de Ferro.

Retirando a máscara Homem Aranha
Homem Aranha

E se por um lado Stark já tinha trago Quarteto Fantástico, Thunderbolts e alguns vingadores para o pró-registro, Steve Rogers (Capitão América), Luke Cage (Power Man), Matt Murdock (Daredevil) e outros heróis não apoiavam a ideia desta nova lei.

O Capitão América fazia questão de demonstrar seu ponto de vista. Afirmava que o país sempre foi liberal e que implementar a lei de registro, tiraria a proteção de heróis que mantinham uma vida normal, além da de justiceiro.

O Quarteto Fantástico, que nessa época era lembrada pela Marvel e a Fox, teve uma participação imensa na guerra, o Homem Elástico queria que os outros três se registrassem e foi um dos criadores da prisão na zona negativa junto com Hank Pym (Homem formiga) e Stark. E a Shield era dirigida por Maria Hill, que se aliou a Stark e colocou a lei para funcionar: Se você não se registrar não pode ser um herói.

Johnny Storm (Tocha Humana) sofreu um ataque na porta de uma boate e foi internado. Miss Marvel que ainda era Carol Danvers e Tony Stark tentaram convencer Jéssica Jones e Luke Cage a se registrar, mas Luke negou e pediu para Jéssica fugir, pois a filha deles ainda era recém-nascida.

stark vs Steve.jpg

Já o Capitão América também montava sua equipe para lutar pela liberdade, enquanto, Stark queria poder trazer de volta a confiança dos humanos nos heróis (Agora foi bem imparcial, não é?)

 

CONTINUA…..

(Ainda tem mais! Não quer perder? Então segue o Foca nas redes sociais que iremos avisar quando sair o próximo!)

Anúncios

2 comentários sobre “Tudo que você precisa saber sobre Guerra Civil nas HQs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s