Easy – o Black Mirror das relações humanas

Poster de divulgação

Easy é mais um ótimo produto original Netflix. O seriado contemporâneo retrata com charme e inteligência as relações amorosas e sexuais e seus conflitos. Embora não tenha ganhado tanta notoriedade, costumo dizer que “Easy” é o “Black Mirror” dos relacionamentos humanos.

Ambientada em Chicago, os temas abordados são os mais diversos e bem compatíveis com o momento: relacionamentos, sexo, feminismo, solidão, casamento, hipocrisia, filho, família etc. A série americana mistura perfeitamente comédia e drama e envolve o espectador com narrativas simples, reais e de fácil identificação.

A gente acompanha, bem de perto, as expectativas, as crises, as vontades, os problemas, os pensamentos e sentimentos dos personagens. E é bem fácil (dã) enxergar aquela situação acontecendo com a gente ou com alguém bem próximo.

Em um dos episódios, a história gira em torno de uma jovem atriz que precisa definir qual a sua prioridade: o relacionamento ou sua carreira. A moça, decide pela carreira. E TUDO BEM! A vida segue e todos são felizes com suas escolhas.

Já em outro episódio, acompanhamos um casal de moças que fingem gostar de coisas que não curtem para agradar uma a outra, e, ao final, descobrem que é possível se amar com todas as diferenças. Fácil assim!

Tudo é abordado com muita simplicidade. Esse é o ponto forte de “Easy”: a maneira simples como os conflitos humanos são apresentados e resolvidos de maneira tão simples quanto.

Atualmente, “Easy” já está em sua segunda temporada. Ao todo, são 16 episódios de 30 minutos, em média. O seriado tem uma narrativa leve e bem fluída, é bem fácil devorar todos os episódios em poucos dias.

A história de cada episódio é independente, ou seja, não continua no próximo. Porém, alguns personagens reaparecem nas histórias de outros personagens.

A segunda temporada segue a mesma pegada da primeira e exibe novas histórias de personagens que já apareceram antes.

Assim como em “Black Mirror”, a tecnologia também está presente, porém, não é o foco. Aqui, a gente consegue analisar e perceber como a tecnologia influência nas relações humanas e suas consequências.

Outro ponto forte da série: as cenas de sexo. Sério: assistam!

“Easy” é uma série incrível, sobre algo tão banal: o cotidiano e as relações humanas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s