Resenha: A Revolução dos bichos

O livro “A Revolução dos Bichos”, é um clássico da literatura. Escrito ainda no século XX a história é atemporal. A obra que foi publicada em 1945, pela editora Companhia das Letras, é de autoria de George Orwell e foi escrita em plena Segunda Guerra Mundial.

Apesar de ser um livro do século passado, a sua história continua atual. O livro de Orwell é uma fábula, mas engana-se quem acha que é um conto para crianças. A lição de moral que traz consigo, não tem nada de infantil.

“A Revolução dos Bichos” conta a história dos animais da “Granja do Solar” que após sofrerem tantas explorações e maus tratos decidem que precisam de mudanças. Após um sonho do porco mais velho da fazenda, conhecido como “Major”, os animais se reúnem e chegam a conclusão que a causa de todos os seus problemas é o homem. Nessa reunião, Major conta sobre o sonho estranho que teve, implanta a ideia da revolução contra o humano e os ensina a música “Bichos da Inglaterra”, que deveria ser o hino dessa nova era.

Com a morte do porco Major, a granja continua pensando em liberdade, o assunto era comum entre os animais. Sabiam que uma revolução teria que acontecer para dar fim a exploração que sofriam, só não sabiam quando e nem como.

Eis que ela chega muito antes do que esperavam, os animais conseguem expulsar o Sr. Jones e seus homens da fazenda. E é nesse momento que o enredo começa a se desenvolver. Com a liderança dos porcos Napoleão e Bola de Neve, os animais tomaram o poder e deram início ao animalismo, movimento que acredita que o homem é inimigo dos animais. Algumas reuniões após a rebelião, Napoleão e Bola de Neve decidiram quais seriam os sete princípios inalteráveis do animalismo, são eles: 1. Qualquer coisa que ande sobre duas pernas é inimigo; 2.O que andar sobre quatro pernas, ou tiver asas, é amigo; 3. Nenhum animal usará roupa; 4.Nenhum animal dormirá em cama; 5. Nenhum animal beberá álcool; 6. Nenhum animal matará outro animal; 7. Todos os animais são iguais.

No começo, tudo ocorreu muito bem. Todos os animais participavam das reuniões, davam opiniões e eram ouvidos. Porém, com o passar do tempo, algumas coisas foram mudando aos poucos. Os desentendimentos entre Bola de Neve e Napoleão tornaram-se constantes. Os porcos, que até a ler aprenderam, comandavam a granja como bem entendiam. A tirania voltou a fazer parte da rotina dos animais.

O livro de Orwell é uma grande crítica a sociedade, através de uma fábula, o escritor consegue retratar a vida humana e sua ambição pelo poder. Ainda é possível enxergar grandes chefes de governo e até mesmo o perfil de pessoas comuns ao nosso dia a dia em cada um dos personagens.

Sem Título-1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s