Resenha: Extraordinário

Nenhum outro adjetivo cai tão bem para definir esse livro. Sabe aquela leitura que muda a sua vida? Então, essa mudou meu modo de pensar sobre as diferenças.

CYMERA_20150629_225040

O livro conta a história de August Pullman, um menino doce e inteligente que nasceu com uma síndrome rara que provocou uma deformidade em seu rosto. Criado em uma bolha, Auggie – apelido fofo – não está acostumado com o mundo lá fora. Aos dez anos de idade, seus pais decidem que, finalmente, é hora de o menino ir à escola.

Ser aluno novo já é complicado, imagina para alguém com uma deficiência facial, que foi privado do mundo e que vai à escola pela primeira vez na vida?

A história de August é uma verdadeira lição. Fiquei encantada ao mergulhar nos pensamentos e angústias daquela criança, que mesmo tão nova, já passou por tanta dificuldade e ainda assim é feliz.

IMG_20150625_110904588

O livro trata de uma maneira muito única e especial um tema delicado: o bullying. Com uma narrativa leve, bem-humorada e envolvente, R.J Palácios, autora da história, consegue evidenciar os diferentes pontos de vista dos personagens que cercam o menino. A narrativa é toda em primeira pessoa. Começamos o livro na companhia de August, mas em determinados momentos, podemos ler os pensamentos e opiniões daqueles que cercam o menino.

“Se tiver que escolher ser gentil ou estar certo, escolha ser gentil”

Outro ponto positivo para a obra, são os preceitos do senhor Sr. Browne. Professor de August, que toda aula, deixa uma frase bem legal para que seus alunos reflitam sobre ela. Sr. Browne é tão importante para a história que acabou ganhando seu próprio livro, o “ 365 Dias Extraordinários”.

Não consegui encontrar um ponto negativo, como disse antes, o livro mudou meu modo de pensar e agir frentes as diferenças. A história de Auggie me fez perceber o quanto é tolo qualquer tipo de preconceito.

“A única razão de eu não ser comum é que ninguém além de mim me enxerga dessa forma.”

Extraordinário, com certeza, é uma das melhores leituras da minha vida. Auggie é um personagem tão real que nos faz sentir a dor dele. E acho que isso é o que me fez mudar com relação ao próximo. O livro faz com que tenhamos empatia com o menino e isso é o que deveríamos fazer com qualquer pessoa.

11287260_829088320504695_1149931090_n

Anúncios

2 comentários sobre “Resenha: Extraordinário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s